terça-feira, 15 de novembro de 2016

DHARMA Initiative

Os fãs de Lost reconhecerão certamente o nome e o símbolo. Os outros nem por isso.
A D.H.A.R.M.A Initiative era uma, instituição, vamos por agora colocá-lo assim, que na série Lost era responsável por uma série de coisas, desde abduções a parte das explicações sobre o que era a ilha.
O seu nome completo, significava, Department of Heuristics And Research on Material Applications Initiative, ou em português, Departamento de Heurística e Pesquisa de Aplicações Materiais.
Sendo a Heuristica, a "capacidade de um sistema fazer, de forma imediata, inovações positivas para um determinado fim".
O propósito da Iniciativa era possibilitar o trabalho em conjunto de cientistas e profissionais liberais de todo o mundo, permitindo assim que desenvolvessem pesquisas nas áreas de Meteorologia, Psicologia, Parapsicologia, Zoologia, Eletromagnetismo, Estudos Sociais.
A Iniciativa DHARMA foi parte de um projeto ligado à Equação Valenzetti. O propósito dela na Ilha de Lost era usar pesquisas científicas para manipular o ambiente e mudar qualquer um dos fatores do núcleo que compõe a equação, mudando assim o curso da raça humana.

Basicamente o objetivo era tentar mudar o curso das coisas, quase que num jogo entre o livre arbítrio e o destino.
Aqui neste blog, não vou ser tão ambicioso, mas vou procurar explanar diferentes pontos de vista sobre o mesmo assunto. Sempre com o meu ponto de vista como ponto principal.
Penso que estamos numa fase da história mundial em que os moderados simplesmente carecem de tempo, para tentarem influenciar e, sobretudo, impedir estas derivas cada vez mais extremistas que existem, seja na área política, do futebol, religião... Pelo que é nesta fase da história que se impõe a estes mesmos moderados, onde acredito que me encontro, voltarem, de alguma forma e meio, a centrar a discussão no que realmente interessa. As ideias e a cultura do compromisso entre essas diferentes ideias. Porque não há certos nem errados, como nem tudo é preto ou branco.

Para terminar deixem-me já colocar algumas questões de lado:
  • sou de centro-esquerda; sou jovem; 
  • acredito na democracia e nos valores democráticos; acredito na diplomacia, mas não sou totalmente anti-guerra; 
  • tenho inspirações politicas tanto à esquerda como à direita; 
  • nunca li Karl Marx ou outro qualquer escritor ideológico; 
  • tenho formação em áreas econômicas (Administração Pública e Gestão);
  • sou de Guimarães e adepto do Vitória Sport Clube.


Acho que estão feitas as declarações de interesse em nome da transparência.

Sem comentários:

Enviar um comentário